quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

DESISTIR? NUNCA!

Não é a queda que torna o homem pequeno. É a desistência que o anula. Às vezes, e como intuía Aristóteles, «é no fundo de um buraco ou de um poço, que acontece descobrir-se as estrelas».

Por isso, Irmão, não comeces a desistir e nunca desistas de começar. Mesmo que te custe.

Aquilo que esperas vai acontecer. Não saberemos quando, mas vai acontecer. «A esperança espanta o próprio Deus», como dizia Péguy. Portanto, ela vai, uma vez mais, surpreender.
http://theosfera.blogs.sapo.pt/

Sem comentários:

Enviar um comentário