domingo, 28 de fevereiro de 2010

Bodas de Prata e Bodas de Ouro




Doze casais em Bodas de Prata no presente ano e um em Bodas de Ouro estiveram hoje presentes na Missa da 11 horas, renovando as suas promessas matrimoniais.
Todos os casais que este ano celebram 25 ou 50 anos de casados haviam sido convidados pessoalmente para esta Eucaristia. Apareceram bastantes, felizmente, embora a comunidade gostasse que tivessem sido todos a aceitar o convite formulado. Parabéns aos que estiveram presentes!
Porquê esta celebração em plena Quaresma?
- Para dar continuidade à Eucaristia com Famílias que aconteceu em todos os povos.
- A Quaresma prepara-nos para a Páscoa. A penitência e cruz quaresmais têm sentido libertador. Também na vida familiar a cruz que a acompanha tem sentido de libertação. As doenças, os problemas económicos, as dificuldades na educação, a conflitualidade proveniente de feitios diferentes, de educação diferente, do egoísmo e da limitação humana preparam o casal para um amor mais consistente, mais profundo, mais enraizado, mais humano, mais ressuscitado.

Na homilia, o pároco lembrou as dificuldades dos casais, mas também as suas vitórias e apelou a um amor sem prazos de duração.Só a fidelidade merece um grande amor.
Em seguida os casais renovaram as suas promessas matrimoniais, servindo-se de um guião que lhes havia sido anteriormente entregue.O Pai Nosso foi cantado dando as mãos aos seus filhos, fruto do seu amor e da sua dedicação. No Abraço da Paz, o beijo filial teve sabor de gratidão, como o expressaram os filhos.
No fim da Eucaristia, enquanto o coro cantava os "Parabéns a você", o pároco, em nome da comunidade, distribuía pelos casais uma pequena lembrança, símbolo do grande apreço que a paróquia, família de famílias, nutre pelas suas famílias.
Vi as famílias presentes felizes, algumas não escondendo mesmo a sua emoção. Senti bailar muitas vezes dentro de mim aquele frase: Tudo pela família, nada contra a família".

Sem comentários:

Enviar um comentário