domingo, 7 de novembro de 2010

Que confusão! Padre, Reitor, Abade, Monsenhor...

Uma família por Portugal repartida.
No Verão juntaram-se e numa das muitas tertúlias que estes familiares mantiveram, lá veio à conversa o tema "padres".
A Ana, que é professora numa cidade beirã, disse:
- O senhor Abade lá da freguesia onde dou aulas é um ancião bondoso...
A Rita que é enfermeira em Setúbal, afirmou:
-Todos os dias o senhor Prior visita o hospital...
O Rui, que trabalha no centro do país, referiu:
- O Cura da minha paróquia é um homem ainda novo...
O Anselmo, que é ministro extraordinário da comunhão numa paróquia de Lisboa, declarou:
- Um jovem da minha paróquia foi ordenado Presbítero há pouco tempo.
A Susana, que é médica em Braga, informou:
- O Pároco da freguesia onde vivo convidou-me para fazer um Curso de Cristandade...
A Henriqueta, que é auxiliar da Acção Educativa em Trás-os-Montes, disse:
- O Padre lá da terra onde trabalho canta muito bem...
O Jorge, que integra a Mesa da Irmandade de um famoso santuário, refere:
- O senhor Reitor é pontualíssimo...
O Aníbal, que é empregado de hotel no Algarve, informou:
- Há um Sacerdote holandês que todos os anos passa pelo hotel 8 dias...
A avó, que ouvira atentamente os seus familiares, desabafa:
- Bem, bem! Estou confusa! Estão a falar de padres ou de outro coisa que eu não entendi!
Todos sorriram. O Anselmo apressa-se a explicar:
- Estamos a falar de padres, sim! Mas eu explico melhor. Presbítero, Sacerdote e Padre querem dizer o mesmo. Abade, Prior, Cura são os nomes que as pessoas dão a um Padre que é Pároco de uma paróquia, dependendo dos lugares. Reitor é o nome que se dá a um padre que está à frente de um santuário importante, de um seminário, etc.
Já agora, alguém me sabe dizer o que significa Arcipreste, Cónego, Monsenhor? - perguntou curiosa a Ana.
- Eu posso tentar - respondeu a Susana. - Arcipreste é o Pároco que coordena a pastoral num arciprestado (que muitas vezes coincide com um concelho). Cónegos só existem nas dioceses mais antigas e o conjunto dos Cónegos formam o Cabido cuja função é ser um órgão de consulta para o Bispo diocesano. Em teoria são escolhidos os sacerdotes que, pela sua sabedoria, competência e zelo pastoral, podem ser um forte apoio ao Bispo no seu serviço à diocese. Monsenhor é um mero título pelo qual a Igreja reconhece a relevância dos serviços prestados por um sacerdote.

Sem comentários:

Enviar um comentário