terça-feira, 14 de maio de 2013

13 de Maio em Fátima: Apelo à coragem de meio milhão de peregrinos

-
Em tempo de crise, o arcebispo brasileiro D. Orani João Tempesta apelou à coragem e deixa a garantia de que "um Mundo novo é possível". E centrou a sua atenção nos jovens e no papa.
 
Os peregrinos reforçaram ontem, na Cova da Iria, a sua união a Nossa Senhora de Fátima e foram desafiados a não ter medo de viver na fé. Depois da enchente de domingo à noite, com 300 mil fiéis a participarem na procissão de velas, ontem o recinto voltou a encher-se. Nos dois dias, 570 mil crentes acompanharam as celebrações da peregrinação de 12 e 13 de Maio, segundo dados da Reitoria do Santuário.

A noite foi de vigília para muitos. A rezar o terço ou a cumprir promessas na passadeira de pedra, alguns com os filhos bebés ao colo, os peregrinos libertaram-se dos maus pensamentos e voltaram a encher-se de esperança.

Na homilia de ontem, o arcebispo brasileiro D. Orani João Tempesta uniu a sua voz à dos peregrinos: "Não tenhamos medo de viver neste tempo a nossa fé, acreditando que um mundo novo é possível". As suas palavras foram ouvidas com emoção, já que os peregrinos aplaudiram.

Os peregrinos viajaram de todo o Mundo para estar em Fátima: O Santuário registou a inscrição de 169 grupos de 32 países.

Perante um sol intenso, que obrigou a um esforço dos mais de 200 voluntários no apoio aos fiéis, nomeadamente dos que cumpriam promessas, o presidente da peregrinação falou na crise que afeta a Europa e a vida das famílias portuguesas, deixando palavras de coragem. "Não estamos sozinhos nas tribulações da vida", afirmou. Este "estímulo à esperança" foi sobretudo dirigido "a quem é jovem e está cheio de saúde, de vitalidade". Os jovens estiveram sempre presentes nas suas intervenções, devido à Jornada Mundial da Juventude, que se realiza em julho, no Rio de Janeiro. Será antecedida de uma semana missionária e presidida pelo papa Francisco, constituindo a sua primeira visita internacional. Já na noite de domingo, D. Orani João Tempesta tinha consagrado a Jornada Mundial da Juventude a Nossa Senhora de Fátima e deixado um apelo aos "jovens de todas as idades" - "juventude é estado de espírito" - para se unirem ao papa nesse encontro. Destacou também a consagração do Ministério do papa Francisco a Nossa Senhora, considerando-o um ato de "extrema importância. Não só por nos sentirmos incluídos nesta consagração, mas também por ver o seu especial carinho por Fátima".
 
Fonte: aqui

Sem comentários:

Enviar um comentário