quinta-feira, 25 de julho de 2013

O Papa Francisco chegou hoje à favela da Varginha, Rio de Janeiro



O Papa Francisco chegou hoje à favela da Varginha, Rio de Janeiro, onde vai visitar a comunidade e entrar na casa de uma família do local, que foi alvo de um programa de recuperação pelas autoridades brasileiras.
Francisco percorreu as ruas da cidade carioca num carro fechado antes de entrar na comunidade, já a bordo do papamóvel, e dirigir-se a pé até à igreja de São Jerónimo de Emiliani, para abençoar o novo altar.
Como habitualmente, o Papa beijou bebés e cumprimentou as pessoas que o acompanhavam na estrada.
À sua espera estarão o pároco, o vigário episcopal e a superiora das Missionárias da Caridade, a congregação religiosa fundada por Madre Teresa de Calcutá.
Em seguida, o Papa vai dirigir-se para o campo de futebol local e, no caminho, entrará em casa de uma família.
Ao chegar ao campo desportivo, Francisco será saudado pelo arcebispo do Rio de Janeiro e por dois membros da comunidade.
O espaço está decorado com uma fotografia em tamanho gigante de D. Oscar Romero, antigo arcebispo de El Salvador, foi morto a tiro em 1980, às mãos da junta militar que dominava o país.
O porta-voz do Vaticano disse aos jornalistas que o local é considerado seguro e que esta é "uma favela de dimensões relativamente pequenas, uma das muitas que se encontram inseridas no tecido da cidade do Rio”.
O Papa repete assim um gesto feito por João Paulo II, que a 2 de julho de 1980 esteve na favela do Vidigal.
Agência ecclesia

Sem comentários:

Enviar um comentário