sexta-feira, 12 de março de 2010

Ainda há gente boa!

Não sei se o meu leitor já alguma vez ficou sem gasolina no meio da estrada e longe de casa. A mim já me aconteceu há uns bons anos e fui socorrido por alguém que me não conhecia de lado nenhum. Mas era de dia e pude vir para a estrada para fazer sinal de que precisava de auxílio.
Há dias uma senhora contou-me que ficou sem gasóleo, de noite e a chover torrencialmente. Logo por azar nem telemóvel nem guarda-chuva tinha. Dentro do carro, foi fazendo sinais para alguém parar e a ajudar. Mas nada! Resolveu então sair do carro e meter-se à chuva. E alguém parou e foi arranjar-lhe combustível.
Quando lhe quis pagar, ouviu uma resposta inesperada:
"Não é nada! Desde menino ouvi dizer que ajudar quem precisa é emprestar a Deus.”
A mulher quis pagar-lhe ao menos o gasóleo, mas o seu benfeitor disse-lhe:
“Se me quiser pagar, ajude quem vir necessitado!”
Num mundo em que tanta gente só pensa no dinheiro e até os irmãos se deixam de falar por causa das partilhas, faz bem saber que ainda há gente capaz de gestos como estes.
E aquela senhora rematou a sua conversa, dizendo-me:
“Abençoado homem, que até a mim me ensinou que quem ajuda o que precisa nunca deixará de ter a paga de Deus!”
In O Amigo do Povo

Sem comentários:

Enviar um comentário