terça-feira, 19 de junho de 2012

QUANDO A ILUSÃO SEDUZ

--
Georges Bernanos notou, já no seu tempo, algo que, nestes tempos, também vamos registando: «O pobre prefere um copo de vinho a um pão, porque o estômago da miséria necessita mais de ilusões que de alimento».
É por isso que, em muitas casas, falta pão, mas pode não faltar telemóvel ou outros adereços.
A ilusão não altera a realidade, mas parece encobri-la. E até os pobres se podem render ao império das aparências, do «status»!
Fonte: aqui

Sem comentários:

Enviar um comentário