segunda-feira, 25 de junho de 2012

Catequistas da Paróquia de São Pedro de Tarouca em Santa Helena

Na tarde deste último domingo de Junho, a grande maioria dos catequistas desta Paróquia reuniu-se em Santa Helena. Os que participaram na Missa vespertina ou na da manhã foram mais cedo para preparar o almoço. A seguir à Eucaristia das 11 horas, foram chegando os outros. Cada um levava para a partilha aquilo que havia sido combinado.

Enquanto se esperava que todos chegassem, os que estavam iam ajudando a pôr a mesa e noutras tarefas. Após o almoço e uma passagem pelo barzinho para o café, teve início a reunião que começou com uma pequena mensagem de sincero agradecimento aos catequistas pelo trabalho de "sementeira" que fizeram durante o ano.

Logo em seguida cada catequista teve "tempo de antena" para fazer a sua avaliação acerca do modo como decorreu o ano catequético. A opinião generalizada foi que correu bem, melhorando com as novas condições que o Centro Paroquial veio proporcionar. Claro que há que contar sempre com as naturais limitações de catequistas, catequizandos e pais. Foi salientado que os vários momentos da catequese decorreram com muito elevação e que, por isso, todos se deviam sentir satisfeitos. E referiu-se que:
- As festas da catequese ( Crisma, Festa do Pai Nosso, 1ª Comunhão e Profissão de Fé correram muito bem.
- A acção bíblia dinamizada pelo 10º ano foi fantástica, e as pessoas da comunidade que aderiram excederam as expectativas.
- A festa de toda a catequese, em Março, foi admirável.
- Os catequizandos que participaram na peregrinação nacional das crianças a Fátima fizeram-no sem problemas e portaram-se bem.
- A participação dos jovens em várias actividades diocesanas foi marcada pela alegria, pela abertura e pela participação activa.
- Associação do Sagrado Coração de Jesus custeou as prendas oferecidas aos catequizandos nas festas da catequese.

Perspectivando o próximo ano catequético, foi estabelecido:

- A participação dos catequistas na Escola de Formação de Adultos que vai arrancar no próximo ano.

- Continuar a melhorar, procurando que a catequese tenha sempre em contas os seus destinatários, fazendo-o com entusiasmo, dedicação, perseverança.

- Fazer tudo para que a catequese seja "escola de acolhimento", onde cada catequizando seja escutado, ajudado e incentivado pelo catequista.

- Não esquecer o aspecto formativo do conhecimento na catequese, pois "ninguém ama o que não conhece".

- Fazer-se tudo por todos em ordem a um maior crescimento dos catequistas como grupo que se apoia, se compreende e rema para o mesmo lado.

 Seguiu-se um tempo de convívio e descontracção. Finalmente rezou-se na capela pelos catequistas, catequizandos e famílias da paróquia. Agradeceu-se a Deus o dom de mais um ano catequético e pedimos ao Senhor perdão pelas nossas lacunas.

Foi uma tarde fecunda, humana e cristãmente rica, marcada pela partilha do pão, pelo mútuo acolhimento, pela franqueza da diálogo, pela honestidade da opinião, pela abertura aos tempos novos, pela celebração da fé, pela alegria do convívio.

Saliente-se ainda o gesto simpatiquíssimo das catequistas D. Isabel Vingadas e de D. Alda Fernandes pela delicadeza da oferta que fizeram a cada um dos catequistas. D. Isabel ofereceu um pintura pessoal sobre pedra polida, com os mais diversos motivos. D. Alda ofereceu um "anjinho" como sinal da paz e da harmonia que sempre estamos dispostos a construir. Foram gestos que caíram fundo em todos.
--
Parabéns, catequistas! Semeadores de Cristo no coração das gentes. Arautos da esperança, construtores de futuro!

Sem comentários:

Enviar um comentário