quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Um ACREDITAR fruto da época e da sociedade em que vivemos



Há quem acredite  em Deus. Acredite N'ele como alguém que criara e conduzia os destinos do mundo. Um ser acima de nós ou para além de nós. Um  Deus como o ser que nos ultrapassa e é insondável. 
Este acreditar é  fruto da época e da sociedade em que vivemos. Depois dos filósofos da suspeita e da modernidade que pretendiam “matar” Deus, esta é a época em que se multiplicam os movimentos religiosos e espirituais. É a época do esoterismo, da gnose, do psíquico e do mágico. É a época que aceita Deus de qualquer modo, mas como um ser que não tem de interferir na  vida porque, afinal, o homem é autónomo, é o deus das suas escolhas. 
Por isso é difícil falar ao homem de hoje de um Deus que ama e que, remexendo com o nosso coração e com o que somos, interfere em toda a nossa vida. Dito de forma mais direta: é  mais fácil acreditar em Deus do que amá-lo.

Sem comentários:

Enviar um comentário