terça-feira, 22 de março de 2016

Bélgica: Papa condena «violência cega» após atentados de Bruxelas

(Lusa)
O Papa Francisco condenou hoje a “violência cega” dos atentados que ocorreram esta manhã em Bruxelas, provocando dezenas de mortes, num telegrama enviado ao arcebispo da capital belga.
“O Santo Padre condena de novo a violência cega que gera tanto sofrimento e, implorando a Deus o dom da paz, invoca sobre as famílias provadas e sobre os belgas os bens das bênçãos divinas”, refere a mensagem divulgada pela sala de imprensa da Santa Sé.
O telegrama de condolências a D. Jozef De Kesel, enviado através do secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin, manifesta “profunda simpatia aos feridos e às suas famílias”, bem como aos que estão empenhados nas operações de socorro, rezando por “conforto e consolação na provação”.
“Tendo conhecimento dos atentados que aconteceram em Bruxelas, que atingiram numerosas pessoas, sua santidade o Papa Francisco confia à misericórdia de Deus os que perderam a vida e associa-se pela oração à dor dos seus próximos”, refere o texto.
Pelo menos 34 pessoas morreram e 187 ficaram feridas nas explosões desta manhã no aeroporto de Zaventem e na estação de metro de Maelbeek, segundo o mais recente balanço provisório.
As autoridades registaram duas explosões, uma das quais “provavelmente provocada por um atacante suicida”, segundo o procurador belga.
In agência ecclesia

Sem comentários:

Enviar um comentário