sábado, 2 de maio de 2015

Dia da Mãe: Igreja Católica destaca «valor fundamental» de quem «humaniza a sociedade»

A Comissão Episcopal do Laicado e Família (CELF) divulgou uma nota sobre o Dia da Mãe, que se celebra este domingo, recorda o “estatuto e missão” de quem merece “melhor atenção” em todas as áreas da sociedade.
“É nosso desejo destacar o valor fundamental das mães na família, na sociedade e na Igreja, e lembrar que o seu estatuto e missão bem merecem a melhor atenção a nível político, legislativo, laboral e social, para que se sintam mais apoiadas e dignificadas na sua tarefa insubstituível de humanização da sociedade”, explica o organismo da Igreja Católica.
Na nota enviada hoje à Agência ECCLESIA, a CELF cita o Papa Francisco para frisar que a sociedade sem as mães “seria uma sociedade desumana” porque as mães testemunham sempre, “mesmo nos piores momentos, a ternura, a dedicação, a força moral”.
Neste contexto, valoriza em tempo de “redobradas dificuldades socioeconómicas” o papel assumido por “muitas” mães no “equilíbrio difícil da sobrevivência de tantos lares”.
A comissão “repudia e lamenta” a violência de que algumas são vítimas e agradece o seu “testemunho de amor e dedicação permanente às causas nobres do bem comum, a começar pela família”.
O organismo da Conferência Episcopal Portuguesa assinala que o “primeiro amor” que toda a pessoa experimenta é o dos pais mas é “sobretudo no sorriso materno” que a criança encontra a primeira e feliz mensagem de acolhimento, a “afirmação de que existir é um bem”, a confiança tranquila e serena numa “verdadeira relação de amor” que sustenta, que dá “sentido à existência e forma, humana e espiritualmente”.
agência ecclesia

Sem comentários:

Enviar um comentário