quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Via Sacra pelos povos na Paróquia de S. Pedro de Tarouca


Calendário:


- 22 de fevereiro, 17h  -  Via Sacra em Teixelo: da capela velha até à nova

- 1 de março, Via Sacra em Cravaz, 17h: do Outeiro até à capela de Nª Senhora de Nazaré    

 - 6 de março, 18.30h: Via Sacra em Valverde: do Outeiro até à capela de Santa Tecla

-  8 de março, 17h: Via Sacra em Gondomar: do Senhor dos Vales até à capela de São João Batista                                                                                                                

- 13 de março, 18.30h : - Via Sacra em Esporões: do Outeiro da Forca até à capela de S. Martinho

- 20 de março, 18.30:  Via Sacra em Arguedeira: da Capela de São Tiago até à capela de Santo António

- 22 de março, 17h: Via Sacra em Quintela, Vila Pouca e P. das Tábuas: do Senhor da Protelada até à Capela da Senhora das Necessidades

- 27 de março, 18.30h:  Via Sacra em Castanheiro do Ouro: da Rotunda de Santa Apolónia até à  parte de trás da MAPEC

- 3 de abril, 21h: Via Sacra em Tarouca : das Piscinas até à Igreja     

Organização:   
- À frente vai a cruz coberta com uma tarja roxa e duas tochas (ou alanternas)
-  Segue-se uma família completa
- Depois, vai o cartaz com o slogan da Quaresma
- A seguir o grupo de jovens que anima a oração
- Por fim, toda a comunidade, organizada pot famílias


Via Sacra  
Cântico:
2. Até mesmo o céu desejou ser família
 para que a família desejasse ser céu.
 Nela se faz a paz no ouvir, no falar,
 e na arte de amar, o amargor vira mel.
3. Na família a mentira não se dá com a verdade,
e a fidelidade sabe o peso da cruz,
 porque lá há amor, há renúncia e perdão,
 há também oração e o chefe é Jesus

 Como é bom ter a minha família, como é bom!
Vale a pena vender tudo o mais para poder comprar.
Esse campo que esconde um tesouro, que é puro dom,
É meu ouro, meu céu, minha paz, minha vida, meu lar

Oração Inicial
Sacerdote: Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo.
Todos:  Amen.

Sacerdote ou catequista: Irmãos e irmãs,
aqui reunidos, somos convidados
mais uma vez a meditar a
Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo.
A Ele uniram-se muitas gerações
de mártires ao longo dos séculos.
Inclinemo-nos com respeito e veneração
perante as testemunhas de todos os tempos
e de cada lugar
e peçamos a sua intercessão
para sermos também fortes na fé
e generosos no seguimento de Jesus Cristo.
Reunindo aqui connosco,
num abraço de caridade sem confins,
todas as famílias que vivem e
sofrem hoje sobre a terra,
percorramos juntos o caminho da cruz,
para chegar a contemplar com o olhar da fé
a vitória da alegria sobre a angústia,
do Amor sobre o ódio,
da Vida sobre a morte.
(Breve pausa de silêncio.)
Rezemos.
Ó Pai, que nos amaste
até sacrificar o Teu Dilectíssimo Filho,
enche-nos do Teu Santo Espírito:
Faz das nossas famílias casas e escolas de discípulos de Cristo
experimentados na sabedoria da cruz
e alegres na esperança da salvação eterna.
Pelo mesmo Cristo Nosso Senhor.
R. Amen.

Sacerdote ou catequista:
1ª Estação
Jesus é condenado à morte
Sacerdote ou catequista:  Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
Todos:  Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.

1º Leitor: Disse-lhes Pilatos: "Que hei-de fazer então de Jesus chamado Cristo?". Eles responderam: "Seja crucificado!". E ele acrescentou: "Mas que mal fez Ele?". Eles então gritaram mais forte: "Seja crucificado!". Então soltou-lhes Barrabás e, depois de ter feito flagelar Jesus, entregou-O aos soldados para que fosse crucificado (Mt 27,22-23.26)
2º Leitor: A família é o espaço de crescimento, segurança, compreensão, diálogo e encontro.
3º Leitor: Senhor Jesus, ajudai-nos a aceitar o sofrimento como forma de crescimento e enobrecimento da alma. Que as nossas famílias permaneçam unidas, apesar dos obstáculos da vida!
Todos: Pai Nosso…
***
Sacerdote ou catequista:
2ª Estação
Jesus toma a cruz aos ombros
Sacerdote ou catequista:  Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
Todos:  Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.

1º Leitor: Então os soldados do governador, levando Jesus para o Pretório, reuniram toda a corte. Despiram-n'O e puseram-Lhe uma capa escarlate e, tecendo, uma coroa de espinhos, puseram-lha na cabeça e uma cana na mão direita; e depois, enquanto se ajoelhavam diante d'Ele, faziam troça, dizendo: "Salve, rei dos judeus!". E cuspindo n'Ele, tiraram-Lhe a cana e batiam-Lhe com ela na cabeça. Depois, despiram-Lhe a capa escarlate, vestiram-n'O com as suas vestes e levaram-n'O para 0 crucificar (Mt 27,27-31).
2º Leitor: A família não se realiza na vontade de um, mas no sentir de todos. Que a família se escute e se abra à diferença.
3º Leitor: Cristo, eis a vossa cruz! Será que esta cruz é vossa? Na verdade ela é nossa. Assumistes a nossa cruz. A grandeza e o peso desta cruz crescem com os nossos pecados. Senhor, ajudai as nossas famílias a crescer na Fé e na perseverar do Vosso amor.

Todos: Pai Nosso…
Cântico:
Se vos amardes uns aos outros, Deus permanece em vós.
Se vos amardes uns aos outros, Deus permanece em vós.

- É este o meu mandamento:
Amai-vos como Eu vos amei.
- Nós sabemos que passámos da morte à vida,
porque nos amamos como irmãos
***
Sacerdote ou catequista:
3ª Estação
Jesus cai pela primeira vez
Sacerdote ou catequista:  Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
Todos:  Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.

1º Leitor: Ele carregou os nossos sofrimentos, tomou sobre Si as nossas dores como alguém que merece castigo, e é ferido por Deus e humilhado. Ele foi trespassado pelos nossos delitos, esmagado pelas nossas iniquidades. O castigo que nos dá a salvação, caiu sobre Ele; por Suas feridas nós fomos curados. Todos nós andávamos errantes como um rebanho, seguindo cada qual o seu caminho; O Senhor fez cair sobre Ele a nossa iniquidade (Is 53,4-6).
2º Leitor: A família cresce no respeito pela maneira de ser e pela vocação de cada um.
3º Leitor: Jesus, ajudai-nos e protegei-nos para que saibamos discernir a vocação de cada um. Ajudai-nos a permanecer unidos e perseverantes perante a diversidade das nossas escolhas e dos gostos de cada um.
Todos: Pai Nosso…
***
Sacerdote ou catequista:
4ª Estação
Jesus encontra a sua mãe
Sacerdote ou catequista:  Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
Todos:  Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.

1º Leitor: Simeão disse a Maria, sua mãe: "Eis que este menino vai ser motivo de queda e elevação de muitos em Israel. Ele será um sinal de contradição, para que se revelem os pensamentos de muitos corações. Quanto a ti, uma espada trespassará a tua alma". Sua mãe conservava todas estas coisas em seu coração (Lc 2,34-35.51).
2º Leitor: Quanta dor da Mãe neste encontro! Ela sofre com o seu filho, mas em silêncio.
As mães carregam no ventre a esperança do amanhã. Vivem maternalmente as ânsias e os sonhos de uma sociedade mais justa e verdadeira. Por isso, não têm medo de ir ao encontro para ajudar. Vão destemidas porque a dor não as verga e são baluarte da vida.
3º Leitor: Ajudai-nos a caminhar juntos em família, partilhar os seus problemas, sofrer com eles como sofreu Maria Vossa e nossa Mãe.
Todos: Pai Nosso…
Cântico:
Quero ser como tu, como tu, Maria,
como tu, um dia, como tu, Maria.

- Quero dizer meu sim…
- Quero me consagrar…
- Quero aprender a amar…
- Quero seguir Jesus…
                                                                       ***
Sacerdote ou catequista:
5ª Estação
Jesus é ajudado por Simão de Cirene
Sacerdote ou catequista:  Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
Todos:  Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.

1º Leitor: Ao saírem, encontraram um homem de Cirene, de nome Simão e obrigaram-no a carregar a cruz de Jesus (Mt 27,32).
Jesus disse aos Seus discípulos: "Se alguém quer vir após Mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-Me" (Mt 16,24).
2º Leitor: Toda família necessita do pai. Do pai que se alegra toda vez que o filho age com sabedoria e retidão. De um pai presente na família e que toma atitudes de  proximidade, doçura e firmeza.
“O pai deve estar próximo da mulher, para compartilhar tudo, alegrias e tristezas, fadigas e esperanças. E deve estar próximo dos filhos no seu crescimento: quando brincam e quando se empenham, quando ousam ou hesitam, quando erram e voltam atrás. Pai presente, sempre! Presente não significa controlador, pois pode anular o filho”.
Um bom pai sabe esperar e sabe perdoar, do profundo do coração. Certamente, sabe também corrigir com firmeza, sem sentimentalismos. O pai que sabe corrigir sem humilhar, é o mesmo que sabe proteger sem poupar-se.
3º Leitor: Senhor, que cada pai seja como Simão de Cirene. Tão próximo de Jesus que se deixe contagiar por Ele; tão próximo dos filhos e da esposa que ajude a curar feridas e a formar para a dignidade e a retidão.
Todos: Pai Nosso…
***
Sacerdote ou catequista:
6ª Estação
Verónica enxuga o rosto de Jesus
Sacerdote ou catequista:  Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
Todos:  Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.

1º Leitor: Não tem aparência nem beleza para atrair o nosso olhar, nem simpatia que nos leve a apreciá-l'O. Desprezado e rejeitado por todos, homem das dores, familiarizado com o sofrimento; como alguém diante do qual se esconde o rosto... (Is 53,23).
Oiço o meu coração dizer:
"Procurai a Minha face"; a Tua face, Senhor, eu procuro. Não me escondas a Tua face!
(SI 27,8-9).
2º Leitor: A família é espaço de missão, onde muitas vezes se colhem os espinhos e dissabores que a envergonham e a intimidam. Porém, a família não é uma ilha fechada sobre si mesma. Como cristãos temos a obrigação de ser luz e apoio para todas as outras. Compete a todos lutar pela família para humanizar a sociedade e dar-lhe um horizonte de esperança.
3º Leitor: Senhor, que a sociedade e os governantes promovam leis que dignifiquem e que ajudem a família no cumprimento da sua nobre missão.
Todos: Pai Nosso…
Cântico:
Sou apenas mais um cidadão que acredita no amor;
E quem crê por favor não disfarce a esperança que tem;
Quem não crê tem a minha amizade e respeito também.
Eu, porém, acredito em Jesus a quem chamo Senhor.

É tempo de ser esperança
É tempo de comunicar
É tempo de ser testemunha de Deus Neste mundo que não sabe  amar.  (2x)
***
Sacerdote ou catequista:
7ª Estação
Jesus cai pela segunda vez
Sacerdote ou catequista:  Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
Todos:  Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.
1º Leitor: Eu sou o homem que conheceu a miséria sob a vara do seu furor. Ele me guiou e me fez andar nas trevas e não na luz... Murou os meus caminhos com pedras lavradas, obstruiu as minhas veredas... Ele quebrou os meus dentes com cascalho estendeu-me na cinza (Lm 3,1-2.9.16). Não temos um sumo sacerdote incapaz de se compadecer das nossas enfermidades, pois Ele mesmo foi provado em tudo como nós, excepto no pecado (Hb 4,15).
2º Leitor: Apesar da aspiração à perfeição, errar é consequência da nossa humanidade. A família vive na contingência dos seus membros. No entanto, a sua grandeza revela-se quando é capaz de assumir as suas responsabilidades, os seus erros e levantar-se para de novo caminhar. As feridas curam-se e tornam-nos mais fortes. Sozinhos nunca estaremos… Deus vai connosco.
 3º Leitor: Senhor, ajuda-nos a aceitar os outros nas suas fragilidades, erros, impertinencias e limitações. Só com os pés na terra podemos aprender a melhorarmo- -nos.
Todos: Pai Nosso…
***
Sacerdote ou catequista:
8ª Estação
Jesus encontra as mulheres de Jerusalém
Sacerdote ou catequista:  Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
Todos:  Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.

1º Leitor: Grande multidão O seguia, e as mulheres batiam no peito e lamentavam-se por causa d'Ele. Jesus, porém, voltando-Se para as mulheres, disse: "Filhas de Jerusalém, não choreis sobre Mim, mas antes sobre vós mesmas e sobre os vossos filhos. Dias virão em que se dirá: Felizes as estéreis cujas entranhas nunca deram à luz e cujos seios nunca amamentaram. Pois se tratam assim o lenho verde, o que acontecerá com o seco?" (Lc 23,27-29.31).
2º Leitor: A família é a estrutura da sociedade. E as sociedades são espelho das suas famílias. Compete-nos a todos sair do conforto para reclamar condições familiares onde se possa crescer de forma saudável e integral. Alertemos todos para a salvaguarda da família. Só quem não ama, poderá ficar resignado.
3º Leitor: Senhor, não criaste as famílias para serem água estagnada. Ajuda as nossas famílias a saírem ao encontro dos outros para renovar a sociedade.
Todos: Pai Nosso…
Cântico:
Pecámos, Senhor: tende compaixão de nós.
- Compadecei-Vos de mim, ó Deus, pela vossa bondade,
pela vossa grande misericórdia, apagai os meus pecados.
- Lavai-me de toda a iniquidade
e purificai-me de todas as faltas.
***
Sacerdote ou catequista:
9ª Estação
Jesus cai pela terceira vez
Sacerdote ou catequista:  Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
Todos:  Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.

1º Leitor: É bom que o homem carregue o seu jugo desde a juventude. Que esteja sozinho e fique calado, quando a desgraça cai sobre ele; que ponha a sua boca no pó; talvez haja esperança; que dê a cara a quem o fere até se fartar de insultos, porque o Senhor não o rejeitará para sempre... Embora castigue, também terá piedade segundo a Sua grande misericórdia (Lm 3,27-32) .
Vinde a Mim, vós todos que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o Meu jugo e aprendei de Mim que sou manso e humilde de coração (Mt 11,28-29).
2º Leitor: Cada família cristã é um Igreja doméstica, porque formada por um grupinho de pessoas batizadas e que acreditam em Jesus Cristo.
3º Leitor: Senhor manso e humilde, que cada família Te deixe entrar, que reze, Te procure conhecer melhor e Te anuncie.
Contigo os cansaços, opressões, desânimos e problemas transformam-se em vitórias de ressurreição. 
Todos: Pai Nosso…
***
Sacerdote ou catequista:
10ª Estação
Jesus é despojado das suas vestes
Sacerdote ou catequista: 
Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
Todos:  Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.

1º Leitor: Chegados a um lugar chamado Gólgota... deram-Lhe a beber vinho misturado com fel... (Mt 27,33-34)
Depois de crucificarem Jesus, os soldados dividiram em quatro as suas vestes, ficando cada um com a sua parte. Deixaram de lado a túnica. Era uma peça única e sem costura. Por isso disseram entre si: "Não a rasguemos, mas tiremo-la à sorte para ver com quem fica". Assim se cumpria a Escritura: "Repartiram entre si as minhas vestes e deitaram sortes sobre a minha túnica" (Jo 19,23-24).
2º Leitor: A imagem da família constrói-se com coerência e determinação. Não devemos pois exigir aos outros aquilo que não nos satisfaz cumprir, fazer ou sentir. Mais do que palavras eloquentes precisamos de ser testemunhos simples e sinceros.
3º Leitor: Senhor, que na família as palavras sejam autênticas, verdadeiras e sinceras.
Que as nossas atitudes não hostilizem, mas acolham.
Que os nossos comportamentos salvaguardem as famílias.
Que na família, os nossos corações respeitem cada um.
Todos: Pai Nosso…
Cântico:
Ando à procura de Ti, Senhor,
pelos caminhos vazios da vida.
À noite escura dos sem amor
vem, ò Senhor, dar luz e vida.

- Deus amou tanto o seu povo e o mundo que criou,
que lhes deu seu próprio Filho, foi morto, ressuscitou.
Dando a vida pelos homens, por eles morreu na cruz,
mas ficou Seu grande amor, que abriu caminhos de luz!!
***
Sacerdote ou catequista:
11ª Estação
Jesus é pregado na cruz
Sacerdote ou catequista:  Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
Todos:  Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.

1º Leitor: Depois de O crucificarem, fizeram um sorteio, repartindo entre si as suas vestes. E ficaram ali sentados a guardá-l'O. Acima da cabeça de Jesus puseram o motivo da sua condenação: "Este é Jesus, o Rei dos Judeus". Com Ele foram crucificados dois ladrões, um à direita, outro à esquerda. E os que passavam perto, injuriavam-n'O, meneando a cabeça e dizendo: "... Se Tu és o Filho de Deus, desce da cruz!".
Também os chefes dos sacerdotes, juntamente com os escribas e os anciãos caçoavam d'Ele: "Salvou os outros, e não pode salvar-Se a Si mesmo. Se é o Rei de Israel, desça agora da cruz e acreditaremos n'Ele (Mt 27,35-42).
2º Leitor: Quantas vezes, não é a família a primeira a destruir os seus membros?
Quantos filhos são incompreendidos?
Quantos filhos são vítimas de pais ausentes?
Quantos filhos são vítimas de um consumismo desenfreado e vazio?
Quantos filhos sem perspectivas de futuro, de emprego, de projectos de vida?
Quantos filhos não vêm respeitados os problemas da sua idade?
3º Leitor: Senhor, ajuda os nossos pais a ajudar sem impor, a compreender sem permissibilidade.
Ajuda os nossos filhos a crescer para a vida livres de toda a escravidão.
Todos: Pai Nosso…
***
Sacerdote ou catequista:
12ª Estação
Jesus morre na cruz
Sacerdote ou catequista: 
Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
Todos:  Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.

1º Leitor: A Mãe de Jesus, a irmã de Sua Mãe, Maria de Cléofas e Maria Madalena estavam junto à cruz. Jesus, vendo a Sua Mãe e, perto dela, o discípulo a quem amava, disse à Mãe: "Mulher, eis o teu filho!". Depois disse ao discípulo: "Eis a tua Mãe!" (Jo 19,25-27).
Desde o meio-dia até às três horas da tarde fez-se escuridão em toda a terra. Pelas três horas, Jesus deu um grande grito: "Eli, Eli, lamá sabactâni?", que significa: "Meu Deus, meu Deus, por que Me abandonaste?"... E Jesus, dando um grande grito, entregou o espírito (Mt 27,45-46.50).
2º Leitor: Cada membro da família tem a missão de fazer crescer o seu sonho no respeito pelos outros. Se não entendemos a autoridade, não percebemos a responsabilidade da criação. Se não sabemos obedecer, não saberemos reconhecer o valor dos outros. Pais sede pais. Filhos sede verdadeiros filhos.
3º Leitor: Senhor Jesus, que em Nazaré obedeceste a Maria e a José e ias crescendo em idade, sabedoria e graça, ajuda os nossos pais a exercer a autoridade sem domínio e os nossos filhos a obedecer sem medo.
Todos: Pai Nosso…
Cântico:
Meu Deus, meu Deus, porque me abandonaste?

  - Todos os que me veem escarnecem de mim,
estendem os bios e meneiam a cabeça:
“Confiou no Senhor, Ele que o livre,
Ele que o salve, se é seu amigo”.
-  Matilhas de cães me rodearam,
cercou-me um bando de malfeitores.
Trespassaram as minhas mãos e os meus pés,
posso contar todos os meus ossos.
***
Sacerdote ou catequista:
13ª Estação
Jesus é descido da cruz
Sacerdote ou catequista:  Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
Todos:  Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.

1º Leitor: Estavam ali muitas mulheres, a olhar de longe; elas tinham seguido Jesus desde a Galileia para O servir... Ao entardecer, chegou um homem rico de Arimateia, chamado José, que também se tornara discípulo de Jesus. Ele dirigiu-se a Pilatos e pediu-lhe o corpo de Jesus. Então Pilatos ordenou que lhe fosse entregue (Mt 27,55.57-58).
2º Leitor: A família é espaço de felicidade. Aos seus membros, compete de forma espontânea criar momentos de encontro. Não podemos estar felizes se o outro se consome com trabalhos e canseiras. Não esperes pelo trabalho do outro. Dá-lhe apenas um pouco de ti.
3º Leitor: Senhor Jesus, permiti que as nossas famílias sejam mais solidárias. Que os avós sejam aceites e amados e estejam presentes no seio familiar; que nenhum filho se sinta discriminado.
Todos: Pai Nosso…
***
Sacerdote ou catequista:
14ª Estação
Jesus é sepultado
Sacerdote ou catequista: 
Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
Todos:  Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.

1º Leitor:
José, tomando o corpo de Jesus, envolveu-O num lençol limpo e colocou-O num túmulo novo, que mandou escavar na rocha. Em seguida, rolou uma grande pedra para fechar a entrada do túmulo e retirou-se. Maria Madalena e a outra Maria estavam ali sentadas, era frente do sepulcro (Mt 27,59-61).
2º Leitor: Na família sofremos muitas vezes com as atitudes dos outros. É necessário, portanto, continuar a esvaziar-nos dos preconceitos, dos julgamentos fáceis e das ingratidões. A família tenderá assim a tornar-se mais humana e mais realizadora.
3º Leitor: Senhor, a família que criaste é uma comunidade de vida e de amor.
Ajuda-nos a sepultar indiferenças, amuos, ofensas, ingratidões e incompreensões.
Que as nossas famílias sejam casa e escola de mútuo respeito.
Assim, mais livres e senhores, poderemos encarar o futuro que brota da tua Ressureição.
Todos: Pai Nosso…
Cântico:
Irmãos, convertei o vosso coração à Boa Nova.
Mudai de vida. Sabei que Deus vos ama.

- Eu não venho condenar o mundo
Eu venho para que o mundo seja salvo.

Oração da Quaresma (Todos)

Pai, que estais no Céu,
durante esta época
de arrependimento,
tende misericórdia de nós.
 
Com nossa oração,
nosso jejum
e nossas boas obras,
transformai
o nosso egoísmo
em generosidade.

Abri nossos corações
à vossa Palavra,
curai as nossas feridas
do pecado,
ajudai-nos a fazer o bem
neste mundo.
 Que as famílias,
à luz da conversão
quaresmal,
sintam que são chamadas     
a viver com mais amor,
porque Tu, Senhor,
as amaste primeiro.
Cuidas sempre delas
e vens à sua  procura,
quando  deixam,
para que transformem 
a escuridão
e a dor em vida e alegria.
Ajuda- nos, Deus nosso Pai!
Amen.

Cântico Final:
2. Até mesmo o céu desejou ser família/ para que a
família desejasse ser céu./ Nela se faz a paz no ouvir,no falar,/ e na arte de amar, o amargor vira mel.
3. Na família a mentira não se dá com a verdade,/
e a fidelidade sabe o peso da cruz,/ porque lá há
amor, há renúncia e perdão,/ há também oração e o
chefe é Jesus

 Como é bom ter a minha família, como é bom!
Vale a pena vender tudo o mais para poder comprar.
Esse campo que esconde um tesouro, que é puro dom,
É meu ouro, meu céu, minha paz, minha vida, meu lar
OU
Hossana! Tu reinarás!
Ó Cruz, tu nos salvarás!

 - Irmãos, unidos no amor,
Cantai um hino de glória;
Um cântico de louvor
A Cristo cante vitória.
- O mundo acreditará,
em Jesus verdade e bem
E Cristo triunfará,
com Maria nossa mãe

Sem comentários:

Enviar um comentário