segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Avalanches de jovens

O Sr. D. António José da Rocha Couto, por ocasião da abertura do Ano da Fé na Diocese de Lamego, a 25 de Novembro de 2012, anunciou "três iniciativas, três fios de ouro, que podem entrelaçar os nossos corações e guiar os nossos passos ao longo deste Ano da Fé". A primeira iniciativa foi a constituição de Escolas da Fé, em todos os Arciprestados, com o objectivo de tornar os cristãos "mais conscientes e felizes, entusiasmados com a nossa fé". Esta iniciativa tornou-se realidade, ao longo do Ano Pastoral, em vários dos Arciprestados da Diocese.
A segunda iniciativa que o Sr. D. António Couto formulou foi aquilo que denominou "avalanches de cristãos, particularmente com marca jovem, que não se envergonhem do Evangelho (Romanos 1,16), e que atravessando cidades e aldeias, queiram sentir de perto a Alegria de ver no rosto de cada irmão o rosto de Jesus Cristo, para que ninguém se sinta fora da Casa que juntos queremos construir.
A terceira iniciativa foi a de enviar "cristãos convictos e credíveis, verdadeiras testemunhas de Jesus Cristo, que sentem arder bem vivo o lume da sua Fé, e que vão ao encontro de outra pessoa, de forma directa e personalizada, para lhe passarem essa paixão de Cristo e por Cristo; quando esta segunda pessoa sentir também bem vivo o lume de Cristo dentro de si, então partirão os dois ao encontro de outros dois; e quando também estes sentirem o Amor irresistível de Jesus Cristo, partirão os quatro ao encontro de outros quatro, e assim sucessivamente até termos ateado o fogo do Evangelho a todos os corações que se abrigam sobre este chão, sob este céu abençoado de Lamego."
Em resposta ao segundo desafio do seu Prelado, o Departamento Diocesano para os Jovens (ou Secretariado Diocesano da Pastoral Juvenil) da Diocese de Lamego começou a promover as "avalanches de jovens". A primeira iniciativa ocorreu no Arciprestado de Moimenta da Beira - Sernancelhe - Tabuaço, no passado dia 10 de Agosto, na qual cerca de 50 jovens, depois da oração da manhã, passaram por Ponte do Abade, Tabosa da Cunha, Arnas para acabar na Cunha, com o objectivo de testemunhar a alegria de ser cristão. Segundo um dos jovens que participou, este testemunho "é tão simples como dar um sorriso a uma dona de casa que está a cortar umas rosas, um abraço ao pastor atento a suas ovelhas, um beijo a uma criança no colo da mãe… Com as mãos vazias mas com o coração cheio, a avalanche de Fé foi ultrapassando fronteiras e barreiras, superando o calor e o cansaço para se tornar uma avalanche de gáudio unindo toda a comunidade, jovens e menos jovens."
Estas avalanches de jovens vão repetir-se em toda a Diocese até ao próximo mês de Novembro, e procurarão tornar realidade o desafio para o qual o Prelado de Lamego lhes dirigiu, e assim expresso pelo Departamento Diocesano: "Que os jovens das nossas comunidades, em grupo, vão bater a todas, mesmo todas, as portas e dizer a toda a gente, sem excepção, que vale a pena acreditar n’Aquele que veio há dois mil anos para nos salvar e restituir ao mundo a harmonia do início da Criação."
A próxima "avalanche de jovens" tem lugar este fim de semana, nas Paróquias de Alvite, Leomil e Sever, também no Arciprestado de Moimenta da Beira - Sernancelhe e Tabuaço, e contará com a presença do Sr. D. António Couto.

Sem comentários:

Enviar um comentário