sexta-feira, 13 de maio de 2016

Fátima: Bispos consagram Dioceses de Portugal e rezam por «sociedade justa e solidária»

Iniciativa marcou fim da visita da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima, a caminho do centenário das aparições


Os bispos católicos de Portugal consagraram hoje em Fátima as dioceses do país ao “ao Imaculado Coração de Maria” e rezaram por uma “sociedade justa e solidária”.
A iniciativa, que decorreu no final da peregrinação internacional do 13 de maio, na Cova da Iria, assinalou o encerramento da visita da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima às comunidades católicas do país, com mais de 22 mil quilómetros percorridos de norte a sul de Portugal, para além das ilhas.
“Animados pela vossa promessa, queremos hoje renovar, diante da vossa imagem, a consagração das nossas dioceses ao vosso Coração Imaculado, tal como o fizeram, pela primeira vez há 85 anos, neste mesmo dia, os bispos portugueses”, disse o presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, D. Manuel Clemente.
A oração do cardeal-patriarca de Lisboa foi acompanhada por todos os bispos residenciais das dioceses portuguesas, em volta da imagem venerada na Capelinha das Aparições.
“Intercedei junto do vosso Filho para que derrame a luz e a sabedoria do Espírito Santo sobre os que governam o nosso país, para que promovam a dignidade humana, edifiquem uma sociedade justa e solidária, construam a paz e protejam a vida”, pediram os responsáveis católicos.
A consagração das Dioceses de Portugal aconteceu antes da procissão do Adeus, evocando a “presença protetora” da Virgem Maria, em particular para as famílias, nas suas dificuldades.
Os bispos rezaram ainda pelos “mais frágeis” da sociedade e recordaram em particular “os pobres e excluídos”, bem como “as vítimas de todas as formas de violência”.
A oração deixou uma palavra para crianças, adolescentes e jovens, idosos, doentes e “todos os que estão dependentes”.
Os membros da Conferência Episcopal Portuguesa lançaram um apelo “à oração, à conversão e à confiança” e pediram que as comunidades católicas saibam “dar testemunho da fé e da esperança que as anima”, comprometendo-se com “a transformação do mundo que habitam e que são chamadas a cuidar”.
A Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima iniciou a visita às dioceses de Portugal no dia 13 de maio de 2015, num percurso que começou em Viseu, seguindo depois por Braga, Viana do Castelo, Vila Real, Bragança-Miranda, Lamego, Coimbra, Guarda, Portalegre-Castelo Branco, Setúbal, Évora, Beja, Algarve, Santarém, Lisboa, Madeira, Aveiro, Açores, Porto e Leiri-Fátima, como forma de preparação para o Centenário das Aparições (1917-2017).
In agência ecclesia

Sem comentários:

Enviar um comentário