terça-feira, 29 de março de 2011

Painéis da Quaresma

Ao longo do ano litúrgico, há diversos tempos litúrgicos em que evocámos e fazemos memória de algum aspecto especial do Mistério de Cristo. Assim no Natal, celebramos o Nascimentoa do Filho de Deus. Na Semana Santa/Pascoa, fazemos memória do Mistério Pascal de Cristo: Sua Morte Ressurreição, Mistério central da nossa fé. Tanto o Natal como a Páscoa são precedidos por tempos fortes de preparação. O Advento antecede o Natal e a Quaresma antece a Páscoa.
Os símbolos litúrgicos ajudam a viver aquilo que celebramos. Assim, nos tempos fortes de preparação a cor é roxa que simboliza a penitência e a contrição. No tempo do Natal e no da Páscoa, a cor é branca simboliza a pureza e a alegria.
No restante tempo do ano litúrgico, chamado Tempo Comum- evocámos o Mistério de Cristo no seu todo. A cor é verde que simboliza a esperança, e a esperança não engana, porque o amor de Cristo se encontra derramado em nossos corações.
Porque é preciso trazer a Igreja para fora das Igrejas, dá-se hoje especial ênfase aos sinais que "pregam" ao mundo a nossa fé. Em muitos lados, pelo Natal, montam-se presépios em locais públicos. Na noite de Natal, muitas famílias colocam uma velinha à janela...
Também se espalha o bom costume de colocar pequenos painéis à janela das casas, evocando o Advento, o Natal, a Quaresma, a Páscoa, algum acontecimento a que a Igreja queira dar especial relevo, por exemplo, o Ano Sacerdotal... É uma óptima ideia, desde que o painel esteja de acordo com a época litúrgica que se está a viver.

Sem comentários:

Enviar um comentário