sábado, 19 de março de 2011

FESTA DA CATEQUESE: "Vem e traz um amigo também!"




















Para uma freguesia do interior - embora seja a sede do concelho - o número de crianças é interessante. Temos cerca de 330 catequizandos do 1º ao 10º ano. Quando se sente a natalidade- inverno em tantas e tantas freguesias deste interior, tão pouco zelado pelo poder central, não posso deixar de me sentir contente com as crianças que ainda vamos tendo. Graças a Deus!
Gostei da festa. Pela presença de muitos pais e amigos das crianças. Sobretudo, pelo trabalho realizado pelas crianças e jovens. Um aplauso para eles do tamanho da Serra de Santa Helena! É justa uma palavra de enorme apreço pelo trabalho, dedicação, persistência dos catequistas. Muitos parabéns! São fantásticos!
A catequese teve um gesto, pobre materialmente, mas rico de sentido, quando ofereceu no fim da actuação, um prendinha a cada catequizando. Sinal do carinho e da importância que as crianças e jovens têm para a comunidade.

Acrescento que os apresentadores estiveram à altura das circunstâncias. Felicito-os por isso.

Um bem-haja à Câmara Municipal pelo espaço gratuitamente cedido e aos seus funcionários pela forma como colaboraram.

Ficou-me na memória uma frase que ouvi numa das representações teatrais em que se dizia que um tesouro pode não ser um amigo, mas um amigo é sempre um tesouro.

Através de poemas, danças, representações, cantigas, textos, citações bíblicas, os catequizandos ofereceram ao público a beleza e o encanto da amizade, salientando sempre a suma importância de ter e ser amigos.

Gostei de ver o público a rir a bom rir durante as peças teatrais. É mesmo bom ver as pessoas contentes! E olhem que há gente nova com muito jeito mesmo para a representação! 5 estrelas.

Noutra intervenção, uma criança perguntou a outra: "Qual o teu melhor amigo?" Resposta: "O meu pai"!
Porque era o DIA DO PAI - e tínhamos já cantado os Parabéns a Você" a todos os pais - ficou este singelo e eloquente testemunho.

Então que cada pai seja:
- Pai como São José.
- Testemunha do amor do PAI.

Para que cada filho sinta e posso dizer:
"Quero ser como o meu pai."

Sem comentários:

Enviar um comentário