segunda-feira, 28 de março de 2011

Igreja reconheceu um caso de cura "notável"

--

Serge François sofria há anos de uma hérnia discal, de uma paralisia quase total da perna esquerda e de fortes dores quando, a 12 de Abril de 2002, se deslocou à gruta de Massabielle em Lourdes.

No local onde a Virgem apareceu 18 vezes a Bernadette Soubirous a 11 de Fevereiro de 1858, segundo a tradição católica, sentiu uma dor tão lancinante que acreditou que ia morrer. Após alguns minutos, o sofrimento deu lugar a uma intensa sensação de bem-estar e de calor, deixando de sentir a dor na perna.

Durante uma nova peregrinação, em 2003, Serge François deu conta da sua cura ao Gabinete das constatações médicas de Lourdes. E a 1 de Dezembro de 2008, após anos de instrução do seu processo, o Comité médico internacional de Lourdes, composto por duas dezenas de médicos, reconheceu que a cura de Serge François era "notável" por ser súbita, completa, sem relação com qualquer terapêutica, e duradoura.

Emmanuel Delmas, bispo da sua diocese, declarou ontem: "Em nome da Igreja, reconheço publicamente o carácter notável da cura da qual beneficiou Serge François em Lourdes. Esta cura pode ser considerada como um dom pessoal de Deus para este homem, como um acontecimento de graça, como um sinal do Cristo Salvador".

In Correio da Manhã

Sem comentários:

Enviar um comentário