sexta-feira, 2 de novembro de 2012

O pessimismo

 
 
Todos sabemos que o pessimismo é um estado de espírito caracterizado por se ver as coisas sempre pelo lado negativo.
Segundo o dicionário Aurélio, no âmbito filosófico, refere-se a um "caráter das doutrinas metafísicas ou morais que afirmam a supremacia do mal sobre o bem e costumam levar à adoção de uma atitude geral de escapismo, imobilismo ou conformismo, quer seja o mal considerado a privação dos meios de conservação da vida (alimentação, abrigo, etc.), quer seja considerado a privação dos meios de expansão e desenvolvimento espiritual."
 
Por aqui já se vê que o pessimismo não ajuda ninguém e não é próprio de uma pessoa de fé.
Conta-se que um dia um professor levou para as suas aulas uma folha branca, apenas com um pequeno ponto negro no centro e mandou que cada aluno fizesse a descrição por escrito do que via na folha.
Terminado o trabalho, o mestre recolheu as folhas, colocou-se na frente da turma e começou a ler as redacções em voz alta.
Todos, sem excepção, definiram o ponto negro, tentando dar explicações sobre a sua presença no centro da folha. Porém ninguém se lembrou de falar da enorme superfície branca que todos naturalmente viram na folha.

O mesmo se passa com muitos de nós. Só falamos dos pontos negros que vemos no mundo, nos outros e mesmo em nós. Se alguém não é capaz de ver e falar no que há de positivo no mundo e em si ou à sua volta, então cautela! Estamos perante alguém que tem de ser ajudado a combater o seu pessimismo.
Fonte: aqui

PROPOSTA:
E se neste Ano da Fé varrêssemos todo o pessismo do coração dos crentes e do interior da Igreja?
Chega de sermos cristãos pessimistas!!!
Parece que nunca mais caminhamos para a Páscoa, ficamos presos a Sexta-Feira Santa!

Sem comentários:

Enviar um comentário