quinta-feira, 22 de novembro de 2012

ESTA É A NOSSA FÉ, ESTA É A FÉ DA IGREJA…


O que significa o nome “Jesus”?
Em hebraico, “Jesus” significa “Deus salva”. [430-435, 452]
Nos Atos dos Apóstolos, Pedro diz: «E em nenhum outro há salvação, pois não existe debaixo do céu outro nome, dado à humanidade, pelo qual possamos ser salvos.» (Ar 4,12) Essencialmente é esta mensagem que todos os missionários transmitem ao mundo.

Porque está Jesus associado ao cognome “Cristo”?
Na fórmula breve “Jesus é o Cristo” exprime-se o cerne da fé cristã: Jesus, o filho de um simples carpinteiro de Nazaré, é o Messias e Salvador esperado. [436-440, 453]
Tanto o adjetivo grego Christos (Cristo) como o particípio hebraico mashiah (messias) significam “ungido’. Em Israel, eram ungidos reis, sacerdotes e profetas.  Os apóstolos perceberam que Jesus tinha sido ungido”com o Espírito Santo “ (At 10, 38). Na sequência de Cristo, chamamo-nos cristãos , para exprimir a nossa elevada vocação.

O que significa dizer que Jesus é o “Filho Unigénito de Deus”?
Quando Jesus Se declara como «Filho (unigénito de Deus» [filho único ou filho nascido unicamente de Deus (Jo 3,16)], como testemunham São Pedro e os outros discípulos, fica expresso que, em toda a humanidade, apenas Jesus é mais que um ser humano, permanecendo numa relação única com Deus, 5ieu Pai. [441-445, 454]
Em muitas passagens do Novo TESTAMENTO (Jo 3,16.18; IJo 4,9), Jesus é chamado «Filho». Aquando do Batismo e da Transfiguração, a voz celeste chama a Jesus «Filho amado». Jesus inicia os discípulos na Sua relação única com o Pai do Céu: «Tudo Me foi dado por Meu Pai. Ninguém conhece o Filho senão o Pai e ninguém conhece o Pai senão o Filho e aquele a quem o Filho O quiser revelar.» (Mt 11,27) Pela ressurreição, torna-se evidente que Jesus Cristo é realmente o Filho de Deus.

Por que motivo Deus Se tornou homem em Jesus?
«E por nós, homens, e para nossa salvação desceu dos Céus.» (CREDO NICENO-CONSTANTINOPOLITANO) [456-460]
Através de Jesus Cristo, Deus reconciliou-Se com o mundo e redimiu a humanidade do cativeiro do pecado. «Deus amou tanto o mundo que entregou o Seu Pilho Unigénito.» (Jo3,16).  Em Jesus, Deus assumiu a nossa carne humana mortal (‘ ENCARNAÇÃO), participou da nossa sorte terrena, dos sofrimentos e da nossa morte, tornando-Se um de nós em tudo, exceto no pecado.

O que significa dizer que Jesus Cristo é ao mesmo tempo verdadeiro Deus e verdadeiro homem?
Em Jesus, Deus tornou-Se verdadeiramente um de nós e, portanto, nosso irmão. Todavia, Ele não deixou de ser Deus nem nosso Senhor. O Concílio de Calcedónia ensinou, no ano de 451, que a divindade e a humanidade estão unidas — «não separadas nem misturadas» — na única pessoa de Jesus Cristo. [464-467, 469] 

(YOUCAT, Catecismo Jovem da Igreja Católico, 72,73,74,76,77)

Sem comentários:

Enviar um comentário