domingo, 22 de maio de 2011

Semana da vida

A Semana da Vida é uma ocasião especial para colocar em evidência o valor e a beleza da vida, esse dom precioso que de Deus recebemos.

Quem não se emociona ao ver uma foto, como a que tenho à minha frente, em que meia dúzia de criancinhas abraçam de todos os modos o seu avô?

Já muitas vezes tivemos todos ocasião de ver avós – homens – embevecidos com os seus netos ao colo. Talvez não tivessem dado tantos mimos aos filhos – os tempos eram outros – mas agora mostram toda a sua capacidade de ternura para com os netos.

A vida humana tem em si mesma um valor inestimável. Ela é sempre um bem, mas infelizmente a maioria das pessoas não consegue reconhecê-lo. É imprescindível, para que o homem conduza de forma correcta a sua vida e a daqueles por quem é responsável, conhecer o seu valor. As ameaças a que hoje a vida humana está sujeita acontecem pelo facto de o homem não saber quem é, nem para que foi criado e qual o sentido de sua vida. Existem alguns aspectos importantes que revelam a grandeza e o valor precioso da vida humana. Entre eles está o facto de que a vida humana é um dom de Deus, de que o ser humano foi criado à Sua imagem e semelhança, de que Jesus assumiu uma vida como a nossa e de que a vida humana é o alvo da Sua infinita misericórdia.

A semana que hoje termina quis chamar a atenção de todos para o valor da vida humana. Temos de nos opor a uma cultura que a desvaloriza, de todos os modos e feitios.

Promovamos a vida em todos os seus momentos: os «mais simbólicos da existência como são o nascer e o morrer» (EV 18), mas também a vida de todos os dias, «através da ajuda prestada ao faminto, ao sedento, ao estrangeiro, ao nu, ao doente, ao encarcerado...» (EV 87).
In O Amigo do Povo

Sem comentários:

Enviar um comentário