quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Entrai pela porta estreita


"Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; e porque estreita é a porta, e apertado o caminho que conduz à vida, e poucos são os que a encontram." - Mateus 7,13-14

A fama, o dinheiro e o poder exercem uma atracção hipnótica em muitas pessoas . Claro que a gente nova, pela sua natural imaturidade e pelo idealismo são os mais susceptíveis de ser enganados pela " porta larga, e o caminho espaçoso que conduzem à perdição". E há meios de comunicação social que não não cessam de inventar miragens de "portas largas e espaçosos caminhos" que desembocam amiudadamente na perdição....
Por detrás da miragem do êxito fácil, da fama e do dinheiro farto, erguem-se muitas vezes interesses mesquinhos e egoístas, lobbis poderosos, abismos abucanhantes, interesses pouco claros, apetites vorazes e depravados que exploram a ânsia natural e artificialmente aquecida de subir na vida de maneira rápida e fácil. Depois, sob a máscara da fama, encontramos pessoas destruídas, arruinadas e revoltadas. Tantas vezes cadáveres ambulantes!
Nos bastidores do palco da fama, há muitas vezes lobos vorazes à espera da oportunidade...
Por que razão não se diz a verdade, particularmente aos jovens? Pais, professores, governos, religiões, sociedade? A corda da vida sobe-se a pulso. É preciso entrar pela "porta estreita" porque só ela conduz ao banquete da liberdade interior e da realização pessoal. Não será isto que os jovens gostam de ouvir, mas é isto que precisam de ouvir. E só é amigo quem for capaz de lho testemunhar.

2 comentários:

  1. Neste momento os jovens precisam muito mais do que a verdade... Precisam do verdadeiro sentido para a vida... É urgente que no mais íntimo do seu ser cada jovem se questione sobre o que aqui faz... Por que razão aqui andamos?
    É verdade que culpo as geração dos "nossos pais" (nem todos como é claro) pela falta de valores entre os jovens, mas às vezes dou por mim a pensar - 'Possa, o jovens não são nenhuns totós que para aqui andam...têm o mínimo de capacidade para PENSAR e pelo menos tentar optar pelo que é melhor!'. Esta nova geração é completamente parada, atonica, sempre à espera que as coisas apareçam feitas...qualquer dia até para comer é preciso que lhes mastiguem a comida...
    Era preciso que cada jovem tivesse o seu "moment of surrender" e fosse capaz de parar para pensar que pode ser diferente.
    Que raio de vida é esta se não houver um sentido para ela, por mais pequeno que seja, seja ele Cristo ou não, seja ele uma pequena boa acção ou uma mudança radical em alguma das nossas atitudes?
    Cresçamos de uma vez por todas...deixemos de ser aqueles jovens sem sentido e tomemos o leme da nossa vida... Só nós temos a capacidade de mudar o que nos rodeia.
    Pessoalmente, espero que o meu sentido nunca se perca, embora sinta saudades do passado, daquilo que já fui, do que já vivi... Agradeço as verdades que quase sempre me contaram, os avisos que aqui e ali me foram dando...

    Abraço forte, ainda que um tanto ou quanto longínquo :)

    Fábio Nogueira

    ResponderEliminar
  2. Obrigado, Fábio, pela partilha. Uma palavra sempre oportuna, uma reflexão certeira, uma posição de quem luta porque acredita na vida.
    Abraço amigo e todo o bem do mundo para ti

    ResponderEliminar