terça-feira, 8 de maio de 2012

Igreja critica «excessos» de universitários

Assistente nacional da Pastoral do Ensino Superior contra «desperdícios humanos, económicos e sociais» nas praxes e semanas académicas.
 
O assistente nacional da Pastoral do Ensino Superior, organismo da Igreja Católica, alertou hoje para os “casos de excessos” associados a muitas praxes e semanas académicas nas universidades portuguesas.
“Preocupam-nos os desperdícios humanos, económicos e sociais”, assinala o padre Nuno Santos, num comunicado enviado à Agência ECCLESIA no qual lamenta que haja “dinheiro para 'tantos gastos'” e depois não existam fundos “para os estudantes mais necessitados”.
Apesar de valorizar os “aspetos positivos” ligados a algumas destas práticas académicas, o sacerdote da Diocese de Coimbra afirma que “nos tempos atuais, revela-se ainda mais importante aprender a gerir os recursos, promovendo e incentivando um estilo de vida mais responsável socialmente entre os estudantes do ensino superior”.
“Seria muito importante" que as comissões das festas "procurassem nestas semanas académicas ter gestos concretos de solidariedade e de angariação de fundos para os colegas mais carenciados”, propõe o responsável.
Para o padre Nuno Santos, é necessário denunciar muitos “interesses” que desvirtuam “o sentido da tradição e da vivência sincera do 'espírito académico'”.
“Precisamos de promover uma cultura de excelência de empenho académico e não de 'desperdício' e de 'excessos'”, conclui o também diretor do Instituto Universitário Justiça e Paz (Coimbra).
In agência ecclesia

Sem comentários:

Enviar um comentário