quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

25 Dezembro 2016 - Dia de Natal – Ano A


Leituras: aqui



Uma alegria contagiante domina o coração de todos nós.
Cristo nasceu, ele está entre nós.
Montou sua casa entre os homens.
A liturgia deste dia nos convida a contemplar o amor de Deus, manifestado em Jesus, que se faz a "PALAVRA" (Verbo) de Deus, e vem habitar no meio de nós, a fim de nos oferecer a vida em plenitude e nos elevar à dignidade de "filhos de Deus".
Na 1ª Leitura, ISAIAS anuncia a chegada do Deus libertador. (Is 52,7-10)
Para vitalizar a esperança dos exilados, o profeta imagina um quadro em que um mensageiro chega à Jerusalém destruída com uma grande notícia:
Ele anuncia a "Paz", proclama a "Salvação" e promete o "Reinado de Deus".
Em seguida, as sentinelas vêem o próprio Javé de volta para Sião.
Seus gritos de alerta se transformam em gritos de alegria e festa.
O profeta convida até as ruínas da cidade deserta a cantar em alegre coro, porque a libertação chegou.
 * Alegria provocada em Jerusalém pela volta dos exilados, é imagem da alegria de todos os homens que hoje celebram o começo de um mundo novo.
E nós devemos ser as SENTINELAS atentas que descobrem os sinais do Senhor e o anunciam a todos.
A 2ª Leitura apresenta, em resumo, o Plano salvador de Deus. (Hb 1,1-6)
Deus revelou-se aos homens de muitos modos...
Na plenitude dos tempos, enviou-nos o próprio Filho,
a sua imagem perfeita, a sua "Palavra", o seu "Verbo".
* Jesus é a revelação mais perfeita do Pai, que devemos escutar e acolher.
O Evangelho ressalta: "O Verbo que se fez carne e habitou entre nós".
A Encarnação do "Verbo" foi a maior das revelações de Deus.
Na face de Cristo brilha em plenitude a glória do Pai. (Jo 1,1-18)
É um hino cristológico, pelo qual a comunidade cristã
expressava a sua fé em Cristo enquanto Palavra viva de Deus, a sua origem divina, a sua influência no mundo e na história, possibilitando aos homens que o acolhem e escutam tornarem-se  "filhos de Deus".
- "Verbo" significa Palavra: é o meio através do qual comunicamos o que guardamos na mente e no coração.
- O "Verbo" veio como "Luz" no meio das trevas.
   Numa humanidade afundada no pecado, surgiu um homem novo.
   É o "Princípio" de uma nova Criação.
   * E nós devemos encarnar de tal modo em nós Cristo-Palavra do Pai, que nos tornemos sua Palavra para o mundo.
* A transformação da "Palavra" em "carne" (na criança de Belém) é a espantosa aventura de um Deus que ama até ao inimaginável e que, por amor, aceita revestir-se da nossa fragilidade, a fim de nos dar vida em plenitude.
   - Neste dia, somos convidados a contemplar, numa atitude de serena adoração, esse incrível passo de Deus, expressão extrema de um amor sem limites.
* Acolher a "Palavra" é deixar que Jesus nos transforme, nos dê a vida plena, a fim de nos tornarmos, verdadeiramente, "filhos de Deus".
   - O Presépio que hoje contemplamos é, apenas, um quadro bonito e terno, ou um convite a acolher a "Palavra", para nos tornar um homem novo?
NATAL...
 É o Nascimento de Cristo... em Belém que relembramos e revivemos hoje... Cristo nasceu... e está entre nós.
- Algo de NOVO, nasceu dentro de nós?
É um convite à Alegria:
"Eu vos anuncio uma grande alegria... porque nasceu um Salvador"...
- Qual é o motivo de nossa alegria?
É uma lição de Humildade e Pobreza:
Deus feito criança... numa gruta... num lugar perdido no tempo...
- Deus se fez pequeno... E nós?
É um apelo de Amor e Paz:
- DEUS "tendo amado os seus enviou-nos o seu próprio filho":  
   CRISTO: fruto do amor de Deus para com os homens...
- ANJOS: "Glória a Deus... e PAZ na terra..."
  Podemos nos incluir entre os de boa vontade que promovem a Paz?
+ Olhando para o PRESÉPIO, sentimos emoções forte e nobres.
   Uma criança sempre toca o nosso coração...
- Que dirá de um Deus feito criança?
Desejo-lhes um FELIZ NATAL, com muita alegria, muito amor, muita paz... que é possível no humilde presépio de nossas casas, que é possível na pobre manjedoura de nosso coração...

FELIZ NATAL A TODOS !...
                                                   Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa - 25.12.2016
 




Sem comentários:

Enviar um comentário