quinta-feira, 14 de abril de 2011

Inauguração do Edifício da Creche Nova Esperança "Casinha de Chocolate"

 "As Misericórdias são associações de fiéis canonicamente reconhecidas pela Igreja e por ela apoiadas, o que lhes tem garantido estabilidade e autonomia no meio das mudanças e perturbações dos tempos. Originariamente o seu fim primário é a santificação dos “irmãos”, pelo exercício das diversas ex­pressões da caridade fraterna" ( Nota Pastoral do Episcopado sobre as Misericórdias Portuguesas em Ano Jubilar,  31 de Maio de 1998)

Em 13 de Abril, numa cerimónia presidida pelo  Secretário de Estado da  Segurança Social, Dr Pedro Marques, teve lugar a inauguração  do Edifício da Creche  Nova Esperança "Casinha de Chocolate" que a Santa Casa da Misericórdia de Tarouca construíra após ter obtido aprovação a candidatura que fizera ao Programa Operacipnal PARES.

O Edifício, considerado entre os melhores daqueles que foram construídos com o apoio do Programa PARES, tem capacidade para 66 crianças, o que significa uma boa ajuda para as famílias, especialmente as mais jovens. Como frisou o Secretário de Estado, uma estrutura destas não deixa de ser um apoio à natalidade e de favorecer a igualdade de oportunidades, pois propicia uma melhor conjugação entre a vida familiar e profissional dos pais, especialmente, claro, das mães.Afirmou ainda aquele membro do governo que está garantida a comparticipação do Estado para o futuro funcionamento da estrutura agora inaugurada, procurando, assim, que possam ser apoiadas as famílias de baixos e médios recursos, de modo a possiblitar a estas crianças um futuro onde possam disfrutar da igualdade de oportunidades.

Além da presença do senhor Bispo da Diocese, que frisou claramente a fundamentalidade da família, cabendo às outras instituições o papel de complementaridade em relação à acção familiar, estiveram presentes muitos convidados, deputados, autarcas, Presidente da Câmara, entidades ligadas à Segurança Social e a outras Misericórdias, muito público, os funcionários da instituição e os pais das crianças que frequentam a Creche.

O edifício tem óptimas condições e, com os profissionais competentes, estão garantidos os requisitos para que os pequeninos ali sejam felizes.

Uma palavra de parabéns ao Provedor da Santa Casa, à Mesa e à Instituição por mais esta estrutura destinada a melhorar a qualidade de vida desta nossa região.
Como frisou o Provedor, Lucílio Teixeira, foi o concretizar de um sonho virado para o bem-estar das crianças, embora o encargo com as obras tenha sido muito grande para a Instituição. O Programa PARES e a preciosa ajuda da Câmara não foram suficientes para custear todos os encargos da construção, o que envolveu e vai envolver uma enorme esforço financeiro por parte da Santa Casa.

Sem comentários:

Enviar um comentário