quarta-feira, 2 de novembro de 2016

LAMENTAÇÃO E TRISTEZA!


Lamento e fico triste por estarmos a encher as cabeças das nossas crianças e a vesti-las nestes dias com máscaras de bruxas, lobisomens e diabos, tudo misturado com sangue, com terror, com vassouras e com mentiras, e não lhes falarmos da Vida Eterna nem as acompanharmos às igrejas e aos cemitérios, nestes dois dias, para elas celebrarem connosco o Dom da Vida Eterna, com AMOR, com PAZ, com ALEGRIA, com FELICIDADE SEM FIM.

 É que, nestes dois dias, não houve crianças nas igrejas, nem nos cemitérios, a cantar a glória de Deus, a felicidade dos Seus Santos, e a ajudar as Almas do Purgatório com as suas puras e santas orações.

É estranho e pouco compreensível que pais que se dizem crentes e católicos, que até mandam os filhos à catequese para eles poderem fazer as festas das comunhões, ainda não tenham dado conta que este "Dia das Bruxas" foi criado pelo laicismo ateu e descrente, para fazer esquecer e abandonar as celebrações da nossa fé na vida eterna. E já o conseguiram.
Como é nós que embarcamos todos nisto? E na maior!

Não habituamos as nossas crianças a ir à igreja, pelo menos ao Domingo; não as habituamos a ir ao cemitério homenagear e rezar pelos seus antepassados. As crianças, agora, ficam em casa agarradas aos telemóveis e aos computadores. Se assim continuamos, daqui a uns anos, não haverá ninguém a adorar a Deus, nem a venerar os seus maiores.

Se calhar, quando chegar a hora da Verdade, choraremos de arrependimento pelo que estamos agora a fazer, mas será tarde de mais.

Se calhar, quando nós partirmos de cá, e precisarmos de alguém que nos ajude na purificação da nossa alma (fomos e somos todos pecadores!) não teremos ninguém que nos ajude, e que reze por nós. Se a maior parte das nossas crianças não reza, nem vai à igreja, não vai à santa missa, nem sabe rezar...que esperamos nós?

"Fazer as comunhões" não chega! Fazer umas "festas lindas" de vez em quando, só? Só? Mas é o que vem acontecendo. A maior parte das crianças e dos jovens não vão à igreja, não querem saber da Santa Missa de Domingo. Mas, se os pais também não vão...como é que eles hão-de ir??? E somos todos católicos, apostólicos e romanos!

Em que tempo nós estamos!
E que enganados andamos!
Ai, quando chegar a HORA DA VERDADE!

Brincadeiras, sim. Mas Fé e Esperança ainda mais. Não acham?
Pobres destas crianças que são convidadas pelos seus educadores a celebrar o Dia das Bruxas, mas não são convidadas nem acompanhadas para celebrarem a Fé, a Esperança, e a Vida Verdadeira e eterna.

Resende, 2 de novembro de 2016
Pe. Joaquim Correia Duarte

Sem comentários:

Enviar um comentário