quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Eclipse de Deus




* Na Família


- Existe uma autêntica “hemorragia” populacional, no interior do país.


- As dificuldades económicas “crescentes”  afligem muitas pessoas e  “empurram-nas para a miséria”.


- A família, antes “lugar, escola de valores, propositora de princípios, berço não só da vida mas das convicções e da fé”, hoje cada vez mais fragilizada.


- A sociedade vive num egoísmo generalizado pois é muito hedonista, desacreditou no amor fiel, indissolúvel. A realidade da dificuldade no matrimónio é generalizada.


- A realidade das famílias reflete-se também nos jovens, na “educação dos filhos”, ameaçando transformar-se num ciclo difícil de quebrar, se não for devidamente cuidado.


-A família tem de ser evangelizada, ajudada, formada.


- Temos de imprimir e dar a conhecer ao mundo, que é possível um matrimónio manter-se fiel até à morte , pelo que é fundamental estar próximo das famílias e dos casais que convivem com problemas.


* Nos Jovens:


- Muitos não sabem o que é um sacramento.


- Não têm um sentido de pertença à Igreja.


- Os Padrinhos não assumem a sua missão junto dos jovens afilhados e são hoje apenas “uma praxe social”.


- Para muitos e muitos padrinhos, a preparação para o Batismo é uma chatice, porque o que importa é estar lá no dia e porventura uma vez ou outra oferecer um presente. Ser padrinho é mais do que isso.

Sem comentários:

Enviar um comentário