sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Novo Bispo do Porto




A nomeação, do Santo Padre Francisco, de D. António Francisco dos Santos, até agora bispo de Aveiro, para Bispo do Porto, foi publicada esta manhã na sala de imprensa da Santa Sé.


D. António Francisco dos Santos, de 65 anos, era bispo de Aveiro desde 2006, cargo para o qual foi nomeado por Bento XVI.
O prelado foi ordenado bispo em março de 2005, na Sé de Lamego, diocese da qual é natural, depois de João Paulo II o ter nomeado como auxiliar de Braga em dezembro de 2004.


D. António Francisco, natural de Tendais (Cinfães) foi prefeito e vice-reitor do Seminário Maior de Lamego, Pró-Vigário Geral, integrou a equipa sacerdotal de Almacave e desempenhou muitas outras funções nesta sua e nossa diocese de Lamego, antes de ser ordenado Bispo.
Durante esse tempo, foi diretor espiritual de uma equipa de casais de Nossa Senhora na paróquia de S. Pedro de Tarouca.
Como Pró-Vigário geral, veio algumas vezes presidir à festa de Santa Helena.
Sempre mostrou interesse e empenho pela vida pastoral deste arciprestado.


D. António Francisco faz o favor de ser meu amigo. Quantas conversas, quantos diálogos, quantos momentos de bela e franca comunhão sacerdotal! Recordo-os sempre com gratidão e amizade.
Em finais de Janeiro, o meu condiscípulo, P.e Adraino Alberto, e eu visitamos D. António, em Aveiro. Uma visita de cortesia e amizade. Que simpatia! Que acolhimento! Que simplicidade!
D. António levou-nos no seu carro, que ele mesmo conduziu, por alguns pontos da diocese de Aveiro. A alegria e o entusiasmo com que falava de pessoas, comunidades e estruturas paroquiais; o conhecimento vivo que revelava da sua estimada diocese; o gosto com que, numa praia, nos falou da "Tenda Deus", que, no Verão passado percorreu as praias da diocese; o calor humano e crente posto na evocação da  "Missão jubilar"; a serenidade com que aponta o futuro; a proximidade do Bispo junto de pobres, académicos, empresários, trabalhadores, comunidades, sacerdotes e leigos, tão humana, tão fraterna e tão carregada de Evangelho; a refeição fraterna num restaurante da região; o cuidado do senhor Bispo em telefonar ao pároco dessa paróquia onde ficava o restaurante, convidando-o para jantar connosco... Enfim, momentos únicos que não esqueço e que sempre agradeço.


Por isso, desejo-lhe, Bom Amigo, os maiores sucessos pessoais e pastorais na diocese do Porto para a qual hoje foi nomeado Bispo. Conte com a minha humilde oração e amizade.
O novo bispo do Porto vai tomar posse a 5 de abril, no Paço Episcopal, e a entrada solene vai decorrer no dia seguinte, numa celebração na catedral portuense, pelas 16h00, anunciou  a diocese.


Pároco de Tarouca

Sem comentários:

Enviar um comentário