terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Reorganização do tecido Arciprestal da Diocese de Lamego


O Sr. D. António José da Rocha Couto, Bispo da Diocese de Lamego procedeu à redução do número de Arciprestados que compõe a Diocese, que, de 14, passam a ser apenas 6.
Esta reconfiguração do tecido arciprestal da Diocese de Lamego ocorre para permitir que os Arciprestados que, até agora, contavam com um número muito reduzido de sacerdotes, possam permitir a sua integração em zonas pastorais mais amplas, “em ordem a possibilitar encontros mais proveitosos de estudo, programação, avaliação, oração e comunhão sacerdotal”, lê-se no Decreto episcopal datado do passado dia 08 de Dezembro.
Esta decisão é o culminar de um processo de estudo e de reflexão, que envolveu, não só os Arciprestados, mas também os vários órgãos consultivos da Diocese.
Importa salientar que a redução do número de Arciprestados corresponde à fusão de alguns deles, e não à sua supressão. Com esta medida, não se pretende eliminar Arciprestados, mas simplesmente juntá-los em áreas geograficamente maiores, permitindo que a Nova Evangelização na Diocese possa contar com mais recursos, não só pelo maior número de sacerdotes que os integram, mas também com uma maior envolvência dos leigos nos vários órgãos arciprestais.
Os novos Arciprestados que resultam desta alteração são: Armamar-Tarouca; Castro Daire-Vila Nova de Paiva; Cinfães-Resende; Lamego; Mêda-Penedono-S. João da Pesqueira-V. N. de Foz Côa; Moimenta da Beira-Sernancelhe-Tabuaço.
Para além da reorganização do Mapa Arciprestal, foram ainda aprovados pelo Sr. D. António Couto os novos Estatutos do Arciprestado, que, entre as novidades, preveem a criação, em cada um deles, de Escolas de vivência da fé, que modo a facultar a todos os cristãos adultos a formação necessária para aprofundar e amadurecer a própria fé. Uma especial referência merece, ainda, a criação, em cada Arciprestado, do Conselho Pastoral Arciprestal, onde se prevê a participação activa dos leigos na Nova Evangelização que o Sr. D. António Couto deseja realizar em toda a Diocese de Lamego.
Foi, também, iniciado o processo de consultas tendo em vista a nomeação, por parte do Sr. Bispo de Lamego, dos novos Arciprestes de cada um dos espaços agora reorganizados, e que deverão ser conhecidos no início de 2013.

Sem comentários:

Enviar um comentário